[eBook] Guia definitivo dos sistemas de extração de fumos

15 min. leitura

Existem muitas ações que auxiliam na extração de fumos de solda. Um sistema de filtragem, por exemplo, é um dos métodos mais eficazes para implementar em uma indústria. Nesse caso, a exaustão local é a solução que ajudará muitos gestores a controlar o nível de poluição do local de trabalho. Esse sistema é capaz de captar os gases tóxicos direto na fonte e remover o ar contaminado, filtrando antes de ser expelido, por meio de um ventilador.

Alguns estudiosos especialistas no assunto explicam que todo o processo funciona por causa de um captor. Isso porque ele é o dispositivo responsável por promover a captura dos poluentes através de uma corrente de ar. Essa corrente, no entanto, necessita de uma determinada velocidade para que o captor possa cumprir seu objetivo.

O captor, juntamente com o sistema de dutos, o ventilador e o sistema filtrante de controle de poluição de ar, forma as quatro partes principais de um exaustor de fumos de soldagem. Cada uma dessas peças é imprescindível para o bom funcionamento do equipamento. Desse modo, vale ressaltar que a manutenção deve ser periódica, a fim de evitar futuros problemas. Garantir a execução perfeita de um exaustor de fumos de solda é assegurar a boa saúde dos profissionais da sua empresa. Para isso, é preciso seguir sempre os conceitos da engenharia ao implementar um sistema para exaustão de fumos.

Para continuar lendo, faça o download do material completo.